PLÍNIO SALGADO: Quando eu era menino como vocês, minha Mãe costumava dizer-me que de quatro modos um homem se faz notável, engran­decendo sua Pátria: Pela Ciência, pela Arte, pelas Armas e pela Santidade.
Publicidade

Mais de 200.000 frases atualizadas diariamente para você, procure a sua utilizando autor, palavra ou frase.

São Paulo, 29 de agosto de 2014 Home | Quem Disse | Especiais | Temas | Nosso Livro | Cadastro | Contato
Esta frase foi visitada: 705 vezes.
PLÍNIO SALGADO: Quando eu era menino como vocês, minha Mãe costumava dizer-me que de quatro modos um homem se faz notável, engran­decendo sua Pátria:  Pela Ciência, pela Arte, pelas Armas e pela Santidade.   "Quando eu era menino como vocês, minha Mãe costumava dizer-me que de quatro modos um homem se faz notável, engran­decendo sua Pátria: Pela Ciência, pela Arte, pelas Armas e pela Santidade. "
PLÍNIO SALGADO - PLÍNIO SALGADO
Código da frase: KR4L4L7NBDCC64816414
Compartilhe esta frase

Plínio Salgado"O Trabalho, elemento essencial, único, das manifestações da vida do indivíduo, da família, do grupo profissional, da sociedade, do Estado e da Humanidade, nós o consideramos, ao mesmo tempo, como SUJEITO e como OBJETO. O Trabalho é SUJEITO, quando o encaramos como força propulsora da Economia e fonte originária do Estado; o Trabalho é OBJETO, quando o tomamos como energia, cujo desenvolvimento deve submeter-se à moral humana e ao espí­rito de justiça e de equilíbrio que o Estado encarna. "
Plínio Salgado

PLÍNIO SALGADO"O Trabalho, examinada a questão a fundo, é a fonte de todos os direitos públicos e privados porque o direito, sendo um conceito de equilíbrio inspirado na moralidade só poderia ter origem num dever que oferece as normas seguras da moralidade. "
PLÍNIO SALGADO

PLÍNIO SALGADO"O traidor é sempre um homem ridente, porque o sorriso é a sua melhor arma. A tortura do traidor são os seus olhos, que não conhecem as linhas retas e denunciam, na sinuosidade de suas fugas, os segredos mais recônditos. É por isso que lhe é necessário sorrir. Para esconder o olhar. "
PLÍNIO SALGADO

PLÍNIO SALGADO"O traidor manifesta-se no olhar que não tem luz; na palavra, que é escorregadia e cheia de subentendidos; no gesto, que é equí­voco; no sorriso, que é permanente, pois precisa esconder as emo­ções inconfessáveis. "
PLÍNIO SALGADO

PLÍNIO SALGADO"Ora, a verdade de Cristo, mesmo sendo a mais doce, é a mais dura das verdades. Propagá-la é despertar ódios e violências. É uma cidade nova que se ergue sobre uma cidade velha. Torna-se necessário rasgar avenidas, o que exige demolições; esta­belecer redes de esgoto, o que implica em abrir valas e fossas: nivelar os altos e aterrar os baixos, o que importa em revolver a terra; levantar edifícios modernos, o que significa remover entulhos, armar andaimes; e tudo isso aflige os velhos habitantes, oferece-lhes um aspecto de desordem intolerável. Ninguém quer deixar os seus cómo­dos, e entretanto é necessário que, para a higiene e segurança de todos, seja construída a Cidade Nova. "
PLÍNIO SALGADO

PLÍNIO SALGADO"Os suicídios multiplicam-se. Os médicos propõem a eutaná­sia. Os eugenistas avançados estudam os homens como simples grãos de feijão, conforme as experiências de Mendel. Os sociólogos e eco­nomistas pensam agora mais fortemente, no maltusianismo. Advo­ga-se o direito do aborto. E este fato, só, é o bastante para provar que a nossa triste Humanidade de hoje não reputa a vida um dom precioso. "
PLÍNIO SALGADO

PLÍNIO SALGADO"Os traidores não amam nem odeiam; não se apegam a ne­nhuma doutrina, não se tolhem sob nenhum preconceito, não se comprometem com nenhuma palavra. Aguardam a oportunidade. Todo o traidor é oportunista. Nenhum deles se precipita. Não conhece o que seja pressa. No meio do caminho de lama que palmi­lha, pode mudar de rumo, adotar novas atitudes, ceder às cir­cunstâncias, adiar, protelar indefinidamente. Um dia, a hora chega. A sua hora. Acabam-se os últimos es­crúpulos; desmascara-se a mansuetude servil; o cordeiro arranca a pele e aparece o lobo. Consuma-se a traição. "
PLÍNIO SALGADO

PLÍNIO SALGADO"Para trair, é preciso enganar, impor-se à confiança, apresen­tar todas as características da inofensibilidade. Expor opiniões aber: tamente é mobilizar amigos de um lado e adversários de outro; e é condição fundamental do traidor não ter amigos nem inimigos. O traidor não ama nem odeia. Quer atravessar a vida fora do alvo do amor ou do ódio alheios. "
PLÍNIO SALGADO

PLÍNIO SALGADO"Pilatos, como todos os que só vêem as coisas da terra, não sabe o que é a Verdade. Olha estranhamente para Jesus e pergunta: que é a verdade?. Essa interrogação atravessou os séculos. Como um pássaro abriu as asas; paira, como um sinal de loucura, sobre os reis, as nações, os povos e as consciências, nas crises das paixões destruidoras da serenidade do Espírito. "
PLÍNIO SALGADO

PLÍNIO SALGADO"Que pensa ele? Que sente? Se o soubéssemos, o Iscariotes não teria sido traidor; no máximo, seria desleal, ou renegado, ou apóstata; nunca o homem que trai. "
PLÍNIO SALGADO

PLÍNIO SALGADO"Uma tristeza imensa invadiu o Mestre. A tristeza dos incom­preendidos. A tristeza dos que se sentem deturpados e impelidos para os desvios desprezíveis das finalidades medíocres. A tristeza de um Deus que, tendo-se feito homem, arca sob o peso das misérias huma­nas. "
PLÍNIO SALGADO

PLÍNIO SALGADO" A própria música deste começo de século tenta obscurecer os sentidos pelo clamor de seus ritmos bárbaros. O jazz-band acorda todas as interjeições selvagens para entorpecer a melodia amargu­rada que deflui por detrás dos saxofones e dos reco-recos, como um fio de lágrimas que cumpre dissimular. "
PLÍNIO SALGADO

PLÍNIO SALGADO" Curvar-se espontaneamente à mortificação é uma forma de encontrar a alegria da consciência no próprio sofrimento. É meio também de autodomínio, mediante o qual se aumenta a capacidade de cada um na obra de mutualização dos recíprocos sacrifícios quoti­dianos, de cujos efeitos se origina a harmonia social, possibilitando a ventura de viver. A mortificação é glorioso voluntariado, uma forma de alegria, que não exclui nem condena as outras formas de alegria. Esse luminoso sentido de equilíbrio, que distingue a doutrina cristã de todas as filosofias e religiões, esse entrelaçamento entre as finalidades materiais e espirituais do Homem, essa linha de bom senso, tão natural, tão simples e pura e que, por isso mesmo, é a única a interpretar, com precisão lógica, os planos do Universo, nada disso poderia ser compreendido pela vaidade farisaica, pela presunção de uma sabedoria doutoral, fechada e impermeável. Não será utili­zando-se desses espíritos avelhantados que Jesus constituirá um mun­do novo. Por isso, volta-se para aquelas fisionomias sardónicas e diz: Ninguém deita remendo de pano novo em vestido velho, porque semelhante remendo rompe o vestido e faz maior ruptura. Não se deita vinho novo em odres velhos, porque se rompem os odres, entor­na-se o vinho e os odres se estragam. Mas deita-se vinho novo em odres novos e, assim, ambos se conservam... "
PLÍNIO SALGADO

PLÍNIO SALGADO" Nação (consciência de Tradição, de Atitude e de Destino his­tórico). "
PLÍNIO SALGADO

PLÍNIO SALGADO" Naquele átrio da casa de Mateus, defrontam-se dois mundos: o mundo velho, feito das tristezas do pecado, cheio de ódios e violên­cias, de preconceitos e orgulhos senis; e o mundo novo que surge à beira do lago e à borda das montanhas, mundo de publicanos e peca­dores, de artífices e homens do mar, de mulheres e crianças do povo. É preciso que os tristes se consolem, e os aleijados andem, e os cegos vejam, e os surdos escutem, e os inquietos se pacifiquem, por­que um mundo melhor está nascendo. "
PLÍNIO SALGADO

PLÍNIO SALGADO" Quando uma nação deixa que outras lhe imponham seus cos­tumes, sua língua, suas ideias, seu modo de ser, suas canções musi­cais e danças, essa nação deixa de ter personalidade e dentro em breve se torna escrava. "
PLÍNIO SALGADO

PLÍNIO SALGADO" Se é certo que existem nações sem pátria, como tem sido o caso dos israelitas durante largos séculos e até mesmo antes de Moi­sés conquistar a Terra Prometida, nela instalando um povo cujos indivíduos nenhum deles havia ali nascido, também existem pátrias sem nação, como são os casos das colónias africanas ou da atual Europa Oriental, ocupada pela Rússia, que ali instalou governos fan­toches ou regimes em desacordo com a índole, o caráter, a vocação e a tradição dos povos dominados. "
PLÍNIO SALGADO

Plínio Salgado" Sentia-se (Madalena) a mais rica, a mais bela, a mais domi­nadora das mulheres perdidas e, por conseguinte, a mais ínfima. As outras tinham sido esmagadas, destruídas; nada mais restava de seus corpos flácidos, repelentes como cadáveres. "
Plínio Salgado

PLÍNIO SALGADO" Triste mundo! É abrir os olhos e contemplá-lo: a arrogância, orgulho, a frieza, o desdém, a brutalidade, a intransigência, a injú­ria a calúnia, o latrocínio, o cinismo, horrenda procissão dos espetros do Mal... E os sem pão e os sem teto, e as viúvas espoliadas, e os órfãos sem arrimo, e os velhos sem consolo, e as prisões sem motivo, e os desterros por ódio, e as sentenças injustas, e a angústia daqueles a quem se tapou a boca, para que não reclamem, e sofrem o peso dos libelos mentirosos! "
PLÍNIO SALGADO

PLÍNIO SALGADO"A figura de Plácido de Castro Imortalizou-se e quando a evocamos, como que vemos os bravos patrícios do Acre a exclamar: Tudo pela unidade da Pátria Brasileira; porque, derramando o nosso sangue, temos provado que não há distâncias que separem os filhos de uma nação; quando isolados por milhares de léguas, eles se unem pelo sentimento e pela alma. "
PLÍNIO SALGADO

PLÍNIO SALGADO"A grandeza de uma Pátria depende sempre da grandeza da mulher dessa Pátria. É preciso que todas as meninas se convençam disso e trabalhe para que seja poderoso e respeitado, cada vez mais, entre os Povos da Terra, o nosso Brasil. "
PLÍNIO SALGADO

PLÍNIO SALGADO"A morte é a desintegração de harmonias configuradas na expressão de um ser. Esta definição tanto se pode aplicar ao corpo como ao espírito. Compreendemos, assim, o que seja a morte do espírito: a desinte­gração dos ritmos morais que lhe são próprios, a sua desarmonia com as leis traçadas por Deus, de que procede e cuja santidade é seu dever refletir. "
PLÍNIO SALGADO

PLÍNIO SALGADO                                                                        "A palavra nada vale sem a ação. Os vossos movimentos na oratória simbolizam os vossos exemplos e as vossas atividades na vida. Os que falam e não agem são como a palha seca: de nada servem A palavra sozinha nada consegue. É preciso falar e agir. O ensino não se transmite pelo que se fala, se o que se fala não for acompa­nhado pelo que se faz. Todos aqueles que temem a força da palavra, quando concedem a liberdade de falar coíbem a liberdade de aeir "
PLÍNIO SALGADO

PLÍNIO SALGADO"A personalidade de uma Pátria não se baseia apenas na con­formação cartográfica ou na fisionomia do seu espaço físico, pois se tal se desse, teríamos um corpo sem alma; ela compreende tam­bém as origens da Nação e o seu desenvolvimento intelectual, moral, espiritual, através do tempo. Espaço e tempo, eis os materiais em que trabalha o espírito de um povo na construção de uma Pátria. "
PLÍNIO SALGADO

PLÍNIO SALGADO"À primeira hora do dia, quando o perfil das fábricas se estam­pa no róseo tom da alvorada, e as chaminés, ao canto das sereias, elevam para o espaço o seu pendão de fumo, como é comovente a marcha dos operários para o trabalho! "
PLÍNIO SALGADO

PLÍNIO SALGADO"Ao aforisma que já devia ter curso se queres a paz, pre­para a guerra, doutrina inspirada nos terrores recíprocos dos tro­gloditas, Jesus opunha a lição da serena e grandiosa coragem: Se queres a paz, prepara a paz. "
PLÍNIO SALGADO

PLÍNIO SALGADO"Desgraçados os países onde os operários foram transformados em seres sem alma, autómatos sem vontade, nos quais morre toda a alegria da criação, que vem do fundo de um coração livre! Desgraçados os países, também, onde os operários são esque­cidos, humilhados, desprezados e explorados, vivendo uma vida sem esperança! "
PLÍNIO SALGADO

PLÍNIO SALGADO"Esses, que aí vão, em multidões, enchendo os bondes, os trens dos subúrbios, povoando as estradas, ressoando os passos nas pedras das ruas, mal rompe a aurora são eles os construtores de toda a grandeza material de um povo. São eles, os operários, os que batem o aço das naves, os que erguem os vigamentos dos prédios, os que fiam e tecem as roupas que vestimos, os que fabricam mil objetos, todos esses que constituem os primores da civilização. "
PLÍNIO SALGADO

PLÍNIO SALGADO"Nada mais expressivo de Nossa Nacionalidade do que essa forma.de sentimento que costumamos ridicularizar, concretizando-a no patrioteiro. Patrioteiro otimista que diz: nosso Amazonas é o maior rio da terra; nossa Paulo Afonso é a maior cachoeira; Rui Barbosa falava vinte idiomas e trinta dialetos; quem inventou a máquina de escrever foi um padre brasileiro... Patrioteiro pessimista que grita: estamos à beira do abismo; bandeira inglesa na alfândega... Um e outro estão de acordo em berrar discursos à tua passagem, ó Bandeira, ó apaziguadora dos sonhos de ópio e de absinto, ó meu sonho verde de ouro e sol! Diante de ti, Bandeira do Brasil, não me pejo de abraçar meus irmãos patrioteiros, porque eu mesmo estou convencido de que a única forma de patriotismo compreensível em nossa relatividade circunstancial é essa, a do patrioteiro. É claro que me refiro às massas, à grande multidão brasileira. Patriotismo ad-hoc. Interinidade sentimental aguardando o senso efetivo da Nação. "
PLÍNIO SALGADO

PLÍNIO SALGADO"Não pode existir Pátria se os seus habitantes não sabem de onde vieram, se não cultuam os nomes dos fundadores da Nação, se não procuram as raízes mais remotas de que se originaram os acontecimentos principais determinadores da formação da Nacio­nalidade. "
PLÍNIO SALGADO

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

TEMAS DE FRASES - Veja as melhores frases separadas pelos temas mais buscados
Belas Frases
Dalai Lama Frases
Frase para Orkut
Frases Agradecimento
Frases Albert Einstein
Frases Apaixonantes
Frases Bob Marley
Frases Bonitas
Frases Carinhosas
Frases da Vida
Frases de Charles Chaplin
Frases de Clarice Lispector
Frases de Natal
Frases de William Shakespeare
Frases Dia da Mulher
Frases Dia dos Namorados
Frases do Fernando Pessoa
Frases e Pensamentos
Frases Engraçadas
Frases Espíritas
Frases Evangélicas
Frases Famosas
Frases Felicidade
Frases Machistas
Frases Mário Quintana
Frases Motivacionais para Equipe
Frases Nelson Mandela
Frases Otimistas
Frases para Aniversário
Frases para ex Namorado(a)
Frases para Fotos
Frases para Namorada
Frases para o Dia das Mães
Frases para os Pais
Frases para Professor
Frases Paulo Coelho
Frases Provocantes
Frases Reflexivas
Frases Românticas
Frases sobre Amizade
Frases sobre Deus
Frases sobre Família
Frases sobre Meio Ambiente
Frases sobre o Brasil
Frases Voltaire
Melhores Frases


Publicidade

provérbio Proverbio Portugues prov vida ano homem mulher amor verdade deus mARQUES DE MARICA nunca Anonimo MORTE bom Mulheres dinheiro alma esp amigo trabalho felicidade Agua Drogas sol liberdade sexo guerra palavras pensamento Mentira mãe Teatro energia filhos cerveja casamento friedrich nietzsche Sociedade Lula amizade dormir cola trabalhar humanidade Democracia relogio saco gandhi cabo Papel marquês pizza shaw professor cinema espírito semana Buda clarice lispector mesa JORNALISTA Provérbio alemão xuxa esporte alien Hebbel segurança política Melhorar nada drama jasmin st claire educação Adorno Padre António Vieira Isabel Allende políticos Aristóteles televisão

Seu browser não suporte arquivos SWF, baixe o SWF Player agora!
Get Adobe Flash player

GeraLinks